final feliz

 

acordou no meio da noite e com as pontas dos dedos passeou pelos caminhos incertos daquele corpo incerto, ali deitado nu ao seu lado. foi como se uma luz apagasse e subitamente entendesse que aqueles últimos cinco anos não haviam sido nada. sabia o que aconteceria então: algumas lágrimas, livros deixados para trás, noites sem dormir e depois tudo seguiria normalmente.

de tempos em tempos um dor lancinante cortava seu coração e simplesmente não conseguia andar. tudo eram cinzas: seu passado, seu presente e sobretudo o futuro. e aquela fúria assassina tomava seu corpo, que saía destruindo copos e vidas até destruir-se a si mesmo. definhou por anos até nunca mais morrer e ter que conviver com a ausência de não ter mais em quem descontar sua raiva.

 

Anúncios

~ por Inês em fevereiro 21, 2013.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: