marfim

 

Durante a sanguinária invasão que destruiria seu reino, a pequena princesa fugiu pelas planícies etíopes do rio Omo. Sozinha em uma clareira, chamou atenção de uma jovem elefanta cujo filhote fora, há pouco, capturado por uma leoa. A elefanta cuidou de alimentar a menina com frutas de uma árvore próxima e as duas nunca mais se separaram. Ajudaram-se durante o inverno e as estações seguintes, até a princesa vingar todos os seus inimigos e recuperar sua terra e seu povo. Ao morrer, as presas da elefanta coroaram o pescoço da princesa, sendo sua insígnia e talismã.

 

Anúncios

~ por Inês em fevereiro 12, 2014.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: